05/07/2017

Usina solar em forma de panda é inaugurada na China

Fonte: Ciclo Vivo

Cada usina de 100 megawatts é capaz de fornecer 3,2 bilhões de kWh em 25 anos

panda_solar

Se tem uma coisa que nunca podemos duvidar é da capacidade inventiva dos seres humanos. Prova disso é uma usina solar em formato de panda construída em Datong, cidade da província de Shanxi, na China. Conectada à rede no fim do mês de junho, a central é a primeira inauguração do projeto “Panda Green Energy”, que vai fornecer soluções integradas de energia renovável.

Com capacidade de instalação de 100 megawatts (MW), nesta primeira fase vai já entregar a metade disso. O que mostra que o objetivo de gerar energia limpa ainda é o mais importante no projeto.

Cada usina de 100 megawatts é capaz de fornecer 3,2 bilhões de kWh de eletricidade renovável em 25 anos, o que equivalente a economizar milhões de toneladas de carvão e de emissões de dióxido de carbono.

Lançado em maio de 2016, o primeiro projeto do “Panda Green Energy” é parte de um acordo de cooperação com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Entre as ações, há o “Belt and Road”, que é um acordo firmado entre diversos países para o combate às mudanças climáticas. Entre eles, fazem parte Fiji, Filipinas e outros países em desenvolvimento. Fiji inclusive deve ser o próximo a ganhar a usina solar em formato de panda.