15/08/2017

Parque eólico de R$ 330 milhões é inaugurado no RS

Fonte: Canal Energia

Projeto da Enerplan contou com financiamento do BNDES e do Badesul

O complexo Eólico Pontal foi inaugurado na última sexta-feira, 11 de agosto, em cerimônia que contou a presença do governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori. Segundo a Enerplan, proprietária das usinas, a implantação dos três parques consumiu R$ 330 milhões em investimentos e contou com financiamento do BNDES e do Badesul. A expectativa da Enerplan é chegar a cinco parques, atingindo um investimento total da ordem de R$ 600 milhões.

“O Complexo Eólico do Pontal simboliza uma mudança de realidade para a região e um novo momento na geração de energia no Rio Grande do Sul e no Brasil”, afirmou o governador. Sartori disse que essa é uma grande vitória para o estado e para os empreendedores. Também lembrou que o país ocupa a nona colocação no ranking mundial de capacidade instalada de energia eólica.

Localizado no distrito de Águas Claras, em Viamão, o empreendimento conta com 25 aerogeradores, totalizando 60 MW de capacidade instalada. A capacidade total de produção de energia do complexo está estimada em 204.546 MWh/ano. As usinas têm capacidade de geração de energia suficiente para atender ao consumo de 140 mil residências, abastecendo cerca de 320 mil pessoas.  A nova instalação vai possibilitar que mais de 100 mil toneladas de CO2 (gás natural do efeito estufa) deixem de circular na atmosfera a cada ano.

Segundo Irineu Boff, presidente do Grupo Oleoplan, holding da operação da Enerplan, o projeto do complexo começou em 2011. Ele destacou que os parques vão gerar energia limpa, renovável e sustentável, que “era desperdiçada e vai se transformar em dinheiro para o estado e o município”.

As linhas de transmissão que atendem as usinas têm 44 quilômetros, construídas pela Enerplan já prevendo a futura expansão do complexo. A subestação denominada de Viamão 3 – da TESB, empresa controlada pela CEEE-GT -, onde os parques se conectam, está integrada ao Sistema Interligado Nacional (SIN)/Região Sul.

De acordo com a Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica), nos últimos seis anos o investimento feito pelas empresas da cadeia produtiva de energia eólica soma R$ 48 bilhões. De 2017 a 2020, estima-se um investimento de cerca de R$ 50 bilhões, considerando o que ainda está previsto para ser instalado. Em 2016, a geração de energia eólica cresceu 55% em relação a 2015, de acordo com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).