12/09/2017

Iveco fecha acordo para desenvolver transportes a gás natural no Japão

Fonte: Diário do Transporte

caminhao iveco gas

Em sintonia com sua estratégia global, a IVECO, fabricante de veículos pesados, caminhões, ônibus e utilitários leves, acaba de anunciar um plano de apoio ao desenvolvimento do mercado de gás natural no Japão.

A marca vem se empenhando em garantir sustentabilidade na luta global contra as emissões dos gases de efeito estufa.

Nesta quarta-feira, dia 6, a IVECO assinou um Termo de Entendimento com o operador de transportes e logística japonês Ryobi Holdings. O acordo abre conversações em prol da cooperação para o fornecimento de caminhões e ônibus IVECO.

Mais que veículos, a IVECO fornecerá também à Ryobi Holdings chassis, tecnologias e apoio de engenharia necessários para a montagem das carroçarias que irá fabricar. A cooperação abarca ainda apoio no pós-venda e na assistência técnica, que serão providenciados pela operadora japonesa.

A estratégia da IVECO é desenvolver mais parcerias com fornecedores e transportadores de gás natural, visando criar as infraestruturas necessárias ao mercado de transportes com este combustível.

O acordo assinado entre a IVECO e a Ryobi Holdings faz parte do Memorando de Cooperação assinado em Junho passado pela Comissão Europeia e pelo Ministério da Economia, Comércio e Indústria do Japão. O Memorando reconhece o aumento da procura do GNL (Gás Natural Liquefeito), além de apoiar formas de cooperação que incluam o desenvolvimento de tecnologias avançadas para a utilização de motores propulsores a gás nos transportes rodoviários e marítimos.

A cúpula do G20 de 2016 já recomendava o reforço do acesso à energia na região Ásia-Pacífico. Da mesma forma o documento da Comissão Europeia “Estratégia Europeia para a Mobilidade de Baixas Emissões” reconhece o papel determinante que o gás natural pode desempenhar na transição para um futuro de baixas emissões de gases de efeito de estufa.

A IVECO é pioneira em veículos a gás natural há mais de 20 anos, começando por introduzir esta tecnologia em ônibus, passando posteriormente a veículos de transporte urbanos, para, em 2016, chegar aos caminhões de longo percurso, com o revolucionário Stralis NP, equipado com o novo motor Cursor 9 a gás natural.