12/09/2017

Meirelles destaca a importância das novas tecnologias automotivas no Simea 2017

Fonte: Secretaria de Energia e Mineração

Secretário falou também sobre os novos combustíveis que devem movimentar os veículos do futuro

O secretário de Energia e Mineração do Estado de São Paulo, João Carlos Meirelles, participou nesta terça-feira, 12 de setembro, do Simea 2017 – Simpósio Internacional de Engenharia Automotiva, organizado pela AEA – Associação Brasileira de Engenharia Automotiva, que neste ano teve como tema “As inovações da indústria automotiva para a sociedade”.

Em sua 25ª edição o Simea discute a transição da política industrial para o setor automotivo com o final do programa Inovar Auto em dezembro próximo, além das inovações tecnológicas para os veículos do futuro e mobilidade automotiva.

“Acho que estamos num momento de transição tecnológica e legal. O Brasil tem um grande desafio de desenvolver uma indústria altamente importante para a economia, com a inovação tecnológica que os novos tempos exigem”, afirmou Meirelles.

O evento foi composto por dois blocos: as sessões técnicas e o debate de assuntos relevantes atualmente para a engenharia automotiva no Brasil. As sessões técnicas constituem importantes momentos de troca de experiências e aprendizado sobre diversas questões tecnológicas, onde serão apresentados dezenas de trabalhos nas áreas de combustíveis, biocombustíveis, materiais e reciclagem, motores e transmissões, manufatura e processos, projeto e tecnologia do veículo e segurança veicular.

O painel “Novas políticas industriais para o setor” discute as informações mais recentes sobre as os conceitos que devem ser adotados a partir do ano que vem. E “O veículo das próximas gerações” mostrará os avanços tecnológicos esperados nos automóveis com foco nas áreas estratégicas apontadas pelas novas diretrizes a médio prazo.

Outras duas palestras também serão apresentadas: “Inovação com foco na eficiência energética e sustentabilidade – caminhos brasileiros” e “O futuro da mobilidade urbana”.

Para Edson Orikassa, presidente da AEA “Inovar Auto é um programa que não seria possível acontecer sem a renovação tecnológica. O Simea é o maior espaço para se debater o desenvolvimento tecnológico automotivo”, afirmou.

Luis Pasquotto, presidente do Simea 2017 destacou que “a engenharia automotiva brasileira, muitas vezes sem os recursos disponíveis em outros países, consegue apresentar grandes inovações. Espero que aqui no Simea consigamos avanços importantes”.

Já Dan Ioschpe, presidente do Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores – Sindipeças, afirmou que “a não propriedade, o compartilhamento e as novas formas de relação com o veículo, transformará o nosso negócio e nos trará novos desafios para atender um novo tempo na indústria automotiva”. “Nossa expectativa é que o programa Rota 2030 traga novas regulamentações legais com a introdução de novas tecnologias para o veículo brasileiro”, completou.