22/09/2017

Queiroz Galvão Energia conclui implantação de complexo de 200 MW no Piauí

Fonte: Canal Energia

A Queiroz Galvão Energia recebeu esta semana autorização da Agência Nacional de Energia Elétrica para o início de operação comercial da sétima Sociedade de Propósito Específico do Complexo Eólico Caldeirão Grande, localizado na Chapada do Araripe, interior do Piauí. São 70 aerogeradores de 2,7 MW cada, com torres metálicas de 89 m de altura, totalizando quase 200 MW de capacidade instalada, distribuídos por sete parques eólicos. O complexo é o maior empreendimento da empresa e contou com investimento de R$ 1,2 bilhão. A energia é comercializada no mercado livre, contribuindo para ampliação do parque gerador brasileiro de energia renovável, limpa e livre.

Para escoamento dessa energia a QG Energia construiu, em parceria com outros empreendedores da região, a maior conexão elétrica de geração eólica do Brasil, privada e de caráter restrito, em 500 kV e com capacidade de escoamento de 1.200 MW.

Com esse empreendimento, a Queiroz Galvão Energia supera 1 GW de capacidade, em diversificado portfólio de geração eólica e hidrelétrica, espalhados por todo o território nacional. São cinco complexos eólicos em operação comercial localizados nos estados do Ceará, Rio Grande do Norte e Piauí, que somam 210 aerogeradores e capacidade instalada de 532 MW. Também no Piauí, encontra-se em construção mais um complexo eólico com 66 aerogeradores e 178 MW de capacidade instalada. Compõem ainda o portfólio da companhia três hidrelétricas e uma PCH, que totalizam 319 MW de capacidade instalada, localizadas nos estados de Santa Catarina, Mato Grosso e Minas Gerais.