21/09/2017

RCGI cria laboratório para testar combustão a gás

Fonte: Brasil Energia

combustão a gás

O Fapesp Shell Research Centre for Gas Innovation (RCGI), ligado à Universidade de São Paulo (USP), colocou em operação o Laboratório de Diagnóstico Avançado de Combustão, no prédio da Engenharia Mecânica e Naval da Escola Politécnica da USP (PoliUSP).

O objetivo é fazer diagnóstico de combustão utilizando o gás natural. O laboratório é um  equipamento multiusuário que pode ser compartilhado por pesquisadores de outras instituições de pesquisa, públicas ou privadas.

“A ideia é que essa estrutura esteja disponível para os interessados em estudar processos de combustão, não só da comunidade da USP, mas de outras universidades do Estado de São Paulo e de fora dele”, afirma o professor Guenther Carlos Krieger Filho, coordenador do laboratório.

O laboratório está apto, por exemplo, a caracterizar injetores automotivos, queimadores industriais, a investigar a estabilidade de processos de combustão, entre outros. A estrutura ainda é capaz de caracterizar fluxos reativos e fornecer medições experimentais para validar simulações numéricas. O centro de pesquisa é abastecido com vários tipos de gás: metano, GLP, hidrogênio, oxigênio, dióxido de carbono e nitrogênio.

De acordo com o professor, o laboratório terá condições de fornecer suporte para outros três projetos do RCGI: o projeto 1 (Desenvolvimento de um Queimador Avançado de Gás Natural Usando o Conceito Oxychama); o projeto 3 (Sistemas Avançados de Combustão de Misturas Gasosas e Diesel para Motores de Combustão Interna que Minimizem Emissão de Metano) e o projeto 11 (Desenvolvimento de um Queimador Avançado de Gás Natural Utilizando-se o Conceito de Combustão Sem Chama).