05/10/2017

Bauru, Jaú e Lençóis Paulistas foram responsáveis pelo consumo de 49,7% da energia na região em 2016

Fonte: Secretaria de Energia e Mineração

A região é a nona no ranking do Estado em consumo de energia, participando com 2,4% do total

O Anuário de Energéticos por Município do Estado de São Paulo no ano de 2016, divulgado nesta sexta-feira, 29 de setembro, pela Secretaria de Energia e Mineração, mostra que os municípios da região administrativa de Bauru foram responsáveis pelo consumo de 2,4% de todos os tipos de energia utilizados no Estado em 2016, o equivalente a 1 milhão toe (tonelada de óleo equivalente).

A cidade de Bauru continua liderando o ranking de consumo de energia na região, respondendo por 31,8% do total, seguida por Jaú com 9,8%, e Lençóis Paulistas com 8%. Os insumos mais utilizados foram os derivados de petróleo, energia elétrica e etanol.

“O aumento na utilização de derivados de petróleo fez com que o consumo de energia da região permanece praticamente estável no ano passado, com leve retração de 0,3%. A estimativa é que em 2017, com a recuperação da economia, a região volte a ampliar a utilização de energéticos”, comenta o secretário de Energia e Mineração do Estado de São Paulo, João Carlos Meirelles.

O consumo de energia elétrica na região também foi expressivo, com um total de 2,9 terawatts/hora (TWh), sendo 958 gigawatts/hora GWh para as residências, 934 GWh para a indústria e 520 GWh para o setor comercial. No total a região consumiu 2,3% de toda a eletricidade utilizada no Estado. Outro destaque foi o  consumo de gás natural, que atingiu 50 milhões de m³ ou 1% do total consumido no Estado.

Os combustíveis automotivos mais consumidos na região em 2016 foram: 394 milhões de litros de óleo diesel (3,3% de todo Estado), 321 milhões de litros de etanol (3,8% do Estado) e 208 milhões de litros de gasolina (2% do Estado).

Em 2016, o consumo de energia no Estado de São Paulo foi de 41,9 milhões de toe (tonelada de óleo equivalente). Os dados excluem autoprodução de eletricidade, lenha e derivados, carvão mineral e derivados e os não energéticos de petróleo.

Regiões

A região metropolitana de São Paulo foi a que mais utilizou energia em 2016, consumindo 39,4% do total do Estado. Em seguida aparecem as regiões administrativas de Campinas (20,3%), Sorocaba (7,4%), São José dos Campos (6,2%), São José do Rio Preto (4,2%), Santos (3,5%), Ribeirão Preto (3,2%), Central (2,5%), Bauru e Marília (2,4%), Araçatuba e Presidente Prudente (1,8%), Franca (1,5%), Itapeva (1,3%), Barretos (1,2%) e Registro (0,9%).

Sobre o Anuário

O Anuário de Energéticos por Município no Estado de São Paulo 2016 apresenta dados sobre os principais energéticos consumidos pelos 645 municípios paulistas – energia elétrica, gás natural, etanol e derivados de petróleo, bem como as respectivas emissões de dióxido de carbono (CO2).

O documento é uma ferramenta para gestores municipais, em parceria com o governo estadual, desenvolver atividades regionalizadas de planejamento energético e também para que a iniciativa privada utilize em estudos e projetos que tenham a energia como insumo fundamental para seu desenvolvimento.

As principais informações do anuário podem ser acessadas na ferramenta Dados Municipais, com link disponível na homepage do site da Secretaria de Energia e Mineração. O arquivo com o estudo completo também está disponível na Biblioteca Virtual do hotsite Dados Energéticos. Para acessar a ferramenta online ou o pdf acesse www.energia.sp.gov.br

 

Município

ELETRICIDADE
(toe)

GÁS
NATURAL
(toe)

ETANOL
(toe)

DERIVADOS
DE  PETRÓLEO
(toe)

TOTAL
(toe)

Uru

215

0

120

257

592

Balbinos

375

0

89

209

673

Paulistânia

333

0

116

501

950

Lucianópolis

302

0

133

690

1.124

Presidente Alves

521

0

220

454

1.195

Sabino

750

0

411

1.005

2.166

Guaimbê

612

0

531

1.286

2.429

Cabrália Paulista

672

0

413

1.378

2.462

Boraceia

900

0

321

1.252

2.474

Ubirajara

666

0

488

1.490

2.643

Itajú

640

0

383

1.994

3.017

Mineiros do Tietê

1.553

0

479

1.125

3.157

Getulina

1.184

0

594

1.726

3.504

Reginópolis

1.130

0

819

2.204

4.153

Pongaí

451

0

1.307

2.728

4.486

Borebi

436

0

138

4.367

4.940

Arealva

1.494

0

1.287

2.724

5.505

Guarantã

1.348

0

825

3.882

6.056

Piratininga

1.937

0

1.807

3.907

7.651

Duartina

1.788

0

1.981

4.284

8.054

Itapuí

3.386

0

917

4.272

8.576

Avaí

602

0

1.456

7.406

9.464

Igaraçu do Tietê

3.078

0

1.945

5.354

10.377

Macatuba

2.721

0

1.871

5.903

10.495

Guaiçara

2.052

0

1.917

6.800

10.769

Pirajuí

3.126

0

2.794

5.753

11.673

Cafelândia

2.637

0

2.073

9.301

14.012

Iacanga

1.901

0

1.148

11.507

14.556

Dois Córregos

4.173

0

4.812

6.164

15.149

Bocaina

2.093

0

1.457

11.920

15.471

Bariri

6.742

0

5.005

18.305

30.052

Promissão

6.645

0

4.092

29.046

39.782

Barra Bonita

6.847

0

3.226

39.745

49.818

Pederneiras

18.638

4.082

7.887

30.489

61.097

Agudos

27.491

14.874

3.819

16.604

62.788

Lins

13.438

3.220

8.876

50.835

76.369

Lençóis Paulista

17.376

12.592

8.220

42.899

81.087

Jaú

27.725

0

20.689

50.710

99.124

Bauru

77.862

5.766

68.903

168.130

320.660

Região Administrativa de Bauru

245.841

40.534

163.567

558.607

1.008.549