23/11/2017

Procel lança selo de economia de energia para televisores no modo ativo

Fonte: Canal Energia

Potencial técnico de economia com a concessão do Selo Procel para estes aparelhos é de 6.524 GWh por ano

Um novo selo indicador de economia de energia elétrica em aparelhos eletrônicos foi lançado dentro do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica. O Selo Procel para televisores no modo ativo (on) promete uma escala de economia relevante, considerando que 25% do mercado de televisores atuais atenderiam aos critérios estabelecidos para o Selo Procel; a posse média de televisores é de 1,41 por residência; e que, em 2016, o país contava com aproximadamente 69 milhões de residências.

Com isso, o potencial técnico de economia com a concessão do Selo Procel para estes aparelhos é de 6.524 GWh por ano. Segundo a Eletrobras, executora do Procel, isso representa uma redução aproximada 4,91% do consumo de energia brasileiro no ano de 2016. “Levando em consideração que o consumo médio de energia de uma residência no Brasil é de 161 kWh/mês (Resenha EPE, 2017), essa economia representaria o consumo de aproximadamente 3,3 milhões de residências brasileiras”, diz a empresa.

O lançamento do novo selo amplia o trabalho já realizado para televisores no modo espera (stand-by), cuja concessão do Selo Procel foi iniciada em 2007. De acordo com a Eletrobras, a média de potência desses aparelhos era de 5,6 watts dez anos atrás, e atualmente a potência das TVs em modo de espera é inferior a 1 watt. A proposição dos critérios de eficiência energética em televisores no modo ativo se baseou em ensaios realizados em 41 modelos de televisores nas tecnologias LED, LCD, CRT e Plasma.