01/11/2017

Transmissoras terão prejuízo com revisão tarifária de 2018, afirma Cteep

Fonte: Canal Energia

Proposta que está em audiência pública para ativos renovados na MP 579 deixaria apenas duas empresas com margem positiva

Além do RBSE, outro assunto que tem impacto na empresa é a revisão tarifária das transmissoras que está programada para o ano de 2018. No caso da Cteep, a proposta da Aneel reduziria a receita de R$ 719 milhões para R$ 548 milhões. Esse valor representa uma redução de 23,7%. Caso os valores sejam aprovados há um risco de que as empresas do setor de transmissão tenham perdas de R$ 2 bilhões ao ter recebíveis que cobririam apenas 59% de seus custos operativos.

O diretor presidente da Cteep, Reynaldo Passanezi, destacou em sua apresentação a investidores e analistas de mercado que em 2012 a receita definida era equivalente a 75% dos custos de operativos do segmento. Agora a proposta da Aneel que consta na Audiência Pública no.41/2017 os custos operativos sejam de pouco mais de R$ 3 bilhões ante custos operativos informado pelas empresas referentes a 2016 de cerca de R$ 5 bilhões.

“Em 2012, a receita definida cobriu 75% dos custos das empresas, algo como R$ 800 milhões de prejuízo porque o valor era inferior ao custo. Hoje, cinco anos depois o custo é menor do que em 2012, as empresas estão mais eficientes e a Aneel reduziu essa relação a 59%. Ficamos dessa forma com somente duas empresas com margem positiva, a Cemig e Cteep, as demais ficariam com margens negativas”, apontou o executivo.

Por isso, disse ele, não faz sentido a proposta de deixar as transmissoras com um prejuízo operacional de R$ 2 bilhões. No processo que está em andamento, argumentou a transmissora, não foram considerados ainda os aprimoramentos para o cálculo do wacc dos leilões. O que indicaria uma preferência pela participação em novos projetos, ao invés de manter ativos, pois a diferença de remuneração é significativa. Além disso, a proposta desconsidera os 10% de lucratividade atribuídos pelo MME quando da prorrogação das concessões.