08/12/2017

Na Enaiq da Abiquim, Meirelles discute o potencial do gás natural na América do Sul

Fonte: Secretaria de Energia e Mineração

A principal palestra do 22º Encontro Anual da Indústria Química – ENAIQ, abordou também o insumo na economia paulista e brasileira

O secretário de Energia e Mineração, João Carlos Meirelles, participou nesta sexta-feira, 8 de dezembro, do 22º Encontro Anual da Indústria Química – ENAIQ, evento organizado pela Abiquim – Associação Brasileira da Indústria Química, no Centro de Convenções WTC.

Para Meirelles o gás natural é a fonte de transição para as energias renováveis. “com a entrada definitiva das renováveis no sistema elétrico o gás natural será o insumo que estabilizará a intermitência dessas fontes. São Paulo têm se esforçado para viabilizar o fortalecimento do gás natural na matriz energética fomentando a construção de novas termoelétricas para operarem na base do sistema e incentivando o aumento da rede de distribuição de gás canalizado”, disse.

A palestra O Futuro do Gás Natrual na América do Sul teve também a participação do deputado federal João Paulo Papa, presidente da Frente Parlamentar da Química¸ que abordou a questão do insumo no Brasil e de Fabian Gil, vice-presidente do Conselho Diretor da Abiquim que destacou o uso gás natural na em Vaca Muerte, na Argentina.

O evento teve também a entrega de medalhas aos estudantes vencedores de escolas públicas e particulares brasileiras nas Olimpíadas de Química, pelo presidente Michel Temer, a premiação às categorias Empresa, Pesquisador e Startup do Prêmio Kurt Politzer de Tecnologia e o lançamento do livro sobre Kurt Politzer.

Encerrando o encontro, Weber Porto, coordenador do Comitê para o Desenvolvimento Sustentável da Abiquim proferiu a palestra Objetivos do Desenvolvimento Sustentável – ODS com foco em estudo de materialidade da indústria química.