18/01/2018

Lâmpadas LED precisam de certificação do Inmetro para serem vendidas

Fonte: Canal Energia

Novas regras, que valiam antes apenas para atacadistas e varejistas de médio e grande porte, passa a valer a partir desta quarta-feira (17) sem restrições

As lâmpadas LED já se caracterizam como realidade no mercado nacional, ganhando cada vez mais a preferência dos consumidores, cada vez mais atentos à importância da economia de energia dentro do orçamento familiar, além da questão sustentável para com o meio ambiente.

A partir desta quarta-feira, 17 de janeiro, os consumidores devem ficar mais atentos, pois está proibida a comercialização de lâmpadas LED do tipo com regulador integrado à base sem certificação do Inmetro. A medida vale para atacadistas e varejistas de todos os portes, ou seja, agora a regra vale para todas as empresas, e não como acontecia anteriormente.

É possível hoje encontrar todos os tipos e formatos de lâmpadas LED, muitas vezes com os mesmos formatos das lâmpadas que conhecemos de outras tecnologias, com a finalidade de facilitar a vida do consumidor nessa substituição.

A certificação assegurará, não só ao consumidor como aos distribuidores e varejistas, que uma organização independente, por meio da análise do processo de fabricação e ensaios em laboratórios, verificou a conformidade do produto para com padrões específicos de segurança, desempenho e qualidade estipulados por um órgão certificador renomado.