19/03/2018

GasBrasiliano inicia preparativos para inauguração da rede local de distribuição de gás natural em Catanduva

Fonte: GasBrasiliano

Prestes a inaugurar a rede local de distribuição de gás natural canalizado em Catanduva, a GasBrasiliano realiza, nesta quinta-feira (15/03), treinamento técnico de segurança junto a órgãos de segurança e infraestrutura da cidade.

O projeto de distribuição de gás natural canalizado em Catanduva a partir de rede local já possui licença de operação da CETESB – Companhia Ambiental do Estado de São Paulo e inicia, também nesta quinta-feira, a fase denominada de comissionamento, em que são realizados os primeiros testes de disponibilização do gás natural na rede construída.

O treinamento técnico acontece a partir das 08h30 na sede da Prefeitura Municipal e tem como objetivo divulgar as práticas e medidas de segurança adotadas pela GasBrasiliano. O evento é voltado a funcionários da Defesa Civil, Secretaria de Obras, SAEC – Superintendência de Água e Esgoto de Catanduva, SAMU – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e também integrantes do Corpo de Bombeiros.

Entre os temas gerais abordados no treinamento estão as definições sobre o que é o gás natural, segmentos que utilizam e vantagens; noções de construção da rede; como ocorre sua distribuição; explicações sobre forma de sinalização aérea da rede de distribuição e como identificar locais onde há tubulação de gás natural. Na ocasião, também será apresentado e disponibilizado aos participantes o mapa de redes do município.

Ponto de extrema relevância é esclarecer a importância do acompanhamento de obras por profissionais da GasBrasiliano quando há intervenções em pontos próximos à tubulação de gás natural e os procedimentos que envolvem o atendimento de emergência.

A previsão é que a rede de distribuição de gás natural canalizado em Catanduva seja inaugurada até o final de março. Com mais de 10 quilômetros de extensão, o trecho construído atenderá inicialmente sete empresas localizadas no distrito industrial da cidade. Dividido em etapas, o projeto orçado em $ 55 mi no total, seguirá em desenvolvimento até 2019 e prevê, até sua conclusão, a construção de 82 quilômetros de rede.