18/04/2018

Abreu Junior apresenta as ações do Governo de São Paulo no setor de renováveis na Smart City Business America Congress & Expo

Fonte: Secretaria de Energia e Mineração

Subsecretário de Energias Renováveis destacou a importância do Estado em facilitar a entrada de novas tecnologias na geração de energia

O subsecretário de Energias Renováveis da Secretaria de Energia e Mineração, Antonio Celso de Abreu Junior, participou nesta segunda-feira, 16 de abril, do Smart City Business America Congress & Expo, que aconteceu no Expo Center Norte em São Paulo.

Com o tema “O Uso de Energias Renováveis nas Cidades Inteligentes”, Abreu Junior apresentou as ações em desenvolvimento no governo estadual para estimular as energias renováveis na matriz energética paulista e aumentar a segurança energética. “Em 2040, 54% das vendas de carros novos e 33% da frota global de automóveis serão elétricos. Temos um desafio enorme de acompanhar esse desenvolvimento gerando cada vez mais energia renovável. São Paulo vem fazendo sua parte através de políticas públicas voltadas para o incentivo a fontes como a solar e o biometano de cana e de resíduos sólidos”, disse o subsecretário.

Abreu Junior comentou também sobre o crescente desenvolvimento e inovação das tecnologias disruptivas, que ao contrário das evolutivas, provocam uma mudança nos padrões, modelos ou tecnologias já estabelecidos no mercado sendo transformador ou revolucionário. “É um grande desafio para a sociedade viver cada vez mais de forma sustentável e a energia faz parte desse importante processo. A cada dia que passa surgem novas tecnologias e é nosso dever facilitar a entrada dessas inovações para que as cidades sejam cada vez mais eficientes e inteligentes”, afirmou.

O Smart City Business America Congress & Expo reúne especialistas e líderes de iniciativas inovadoras e transformadoras onde são apresentadas experiências, conhecimentos, ideias, visões, soluções e casos de sucesso.

O Estado de São Paulo é referência mundial em produção e utilização de insumos renováveis contando com uma das matrizes energéticas mais limpas do planeta. Enquanto o mundo apresenta aproximadamente 13% da participação de renováveis, o Brasil chega a cerca de 43% e o Estado de São Paulo passa de 60%.