27/04/2018

CPFL Paulista destinou R$ 745 milhões para modernizar sua rede elétrica em 2017

Fonte: Canal Energia

Distribuidora ampliou em 31% o valor investido nas 234 cidades de sua área de concessão em relação a 2016, quando aportou R$ 566 milhões

Os investimentos da CPFL Paulista em modernização, manutenção e expansão do sistema elétrico de sua área de concessão em 2017 contaram com um acréscimo de 31% em relação ao ano anterior. Ao todo foram aplicados R$ 745 milhões ante os 566 milhões dedicados em 2016, o que reforça a estratégia da empresa de elevar os índices de qualidade do serviço prestado aos consumidores.

Os aportes visam aumentar a confiabilidade e continuidade do fornecimento de energia elétrica, ampliando a eficiência operacional. Dentre os trabalhos executados no período, a concessionária destacou as obras voltadas ao suporte para o crescimento de mercado, como adequação de capacidade de subestações e linhas de transmissão e a manutenção e expansão de redes.

Buscando se adequar ao crescimento do mercado, a distribuidora destinou R$ 170,4 milhões para ampliação da capacidade de subestações e linhas de transmissão, além da adequação da capacidade da rede de distribuição, tornando o sistema elétrico das regiões em que a companhia opera mais flexível e robusto. Entre as ações, houve as ampliações das capacidades da SE Campinas Centro, em Campinas e da SE São José do Rio Preto 5, em São José do Rio Preto.

Do valor total, outros R$ 136 milhões foram direcionados para ligação de novos consumidores na área urbana e rural, através da instalação de novos medidores e ampliação da rede. Isso possibilitou o acréscimo de novos 74,1 mil clientes residenciais, comerciais e industriais ao sistema de distribuição da empresa nas 234 cidades de sua área de concessão.

Em manutenção e melhorias na rede elétrica, foram reservados cerca de R$ 263,9 milhões. Deste montante, R$ 100,9 milhões foram para ações como manutenção programada ou emergencial e substituição de transformadores. Por sua vez, os investimentos em melhoramentos nas redes primária e secundária e instalação de novos equipamentos movimentaram R$ 163 milhões.

Quanto aos projetos especiais, que consistem em planos de modernização das redes de Transmissão e Distribuição e Smart Grid (redes inteligentes), foram empreendidos cerca de R$ 70 milhões em recursos.

“Em toda a sua área de concessão, a CPFL Paulista atua intensamente para oferecer excelência no fornecimento de energia, segurança e qualidade para seus clientes, contribuindo para o desenvolvimento regional. Os investimentos contínuos contribuíram para que a distribuidora alcançasse os melhores indicadores de continuidade no fornecimento de energia do País”, afirma o presidente da distribuidora, Carlos Zamboni Neto.

Entre os municípios atendidos pela companhia, a cidade de Ibiúna foi a que recebeu o maior volume de investimentos, um montante de R$ 54,3 milhões. Os recursos foram utilizados em sua maioria para a construção do sistema de transmissão que fornece energia para o Sistema produtor São Lourenço, da Sabesp. Em segundo lugar no ranking de aportes vem Sorocaba, com R$ 20,5 milhões, e em terceiro Jundiaí, com R$ 17,5 milhões.

O aumento dos aportes da CPFL Energia em relação a 2016 também impulsionou a digitalização dos canais de atendimento do Grupo. Foram reformulados os principais meio de atendimento digitais, como a versão desktop e mobile do seu site e o aplicativo “cpfl energia”, disponibilizando os seus principais serviços por 24 horas por dia para os clientes. As iniciativas integram o Programa “Transformação do Atendimento”, que tem por objetivo ampliar a oferta de soluções digitais aos 9,3 milhões de clientes do Grupo CPFL nos Estados de São Paulo, Rio Grande do Sul, Paraná e Minas Gerais.