11/04/2018

Na PUC Campinas, subsecretário de Energias Renováveis fala sobre tecnologias disruptivas

Fonte: Secretaria de Energia e Mineração

Abreu Junior apresentou ações da Secretaria de Energia e Mineração para incentivo do uso de energias de fontes renováveis

O subsecretário de Energias Renováveis do Estado de São Paulo, Antonio Celso de Abreu Junior, realizou nesta terça-feira, 10 de abril, aula inaugural do Programa de Pós Graduação em Sistemas de Infraestrutura Urbana da PUC- Pontifícia Universidade Católica de Campinas.

Além de apresentar um panorama do potencial das energias renováveis na matriz energética paulista e avanço já verificado no mercado do uso destas energias decorrente da diminuição dos custos de mercado, Abreu Junior falou aos alunos sobre a crescente tecnologia disruptiva verificada em todo o mundo para justificar e esclarecer que a introdução de fontes renováveis no sistema elétrico decorrem de um processo bastante diferente do que hoje fazemos com insumos energéticos.

Tecnologia disruptiva ou inovação disruptiva é um termo que descreve a inovação tecnológica, produto ou serviço, com características que, em vez de evolutivas, provocam uma ruptura com os padrões, modelos ou tecnologias já estabelecidos no mercado e significa aquilo que interrompe o curso normal, cria uma descontinuidade, sendo transformador ou revolucionário.

“A universidade é o local ideal para esse debate e foi muito bom discutir com os alunos da PUC de Campinas as tecnologias disruptivas que deverão ser cada vez mais comuns”, disse Abreu Jr.