23/05/2018

Opep pode decidir reduzir cortes na produção de petróleo em junho, dizem fontes

Fonte: Reuters

KHOBAR, Arábia Saudita/LONDRES (Reuters) – A Opep pode decidir aumentar a produção de petróleo em junho devido a preocupações sobre a oferta iraniana e venezuelana e após Washington ter levantado receios de que o rali do petróleo poderia estar indo longe demais, disseram à Reuters fontes da Opep e do setor com conhecimento com a discussão.
Sonda de petróleo na costa 08/11/2017 REUTERS/Henning Gloystein

Os países-membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) do Golfo estão liderando as conversas iniciais sobre quando o grupo exportador pode impulsionar a produção de petróleo para esfriar o mercado depois de os preços terem subido para mais de 80 dólares o barril na semana passada.

Eles também discutem quantos barris em produção cada membro poderia acrescentar, disseram as fontes.

A Opep e produtores não-membros, liderados pela Rússia, concordaram em cortar a produção em cerca de 1,8 milhão de barris por dia (bpd) até o fim de 2018, para reduzir os estoques globais. Mas os excedentes em estoques já caíram para perto da meta do grupo.

Em abril, o comprometimento da Opep com os cortes atingiu um recorde de 166 por cento, o que significa uma redução da oferta bem além de sua meta.

Por Rania El Gamal e Alex Lawler