23/11/2018

Subsecretário de mineração participa de seminário Novos Desafios da Pesquisa, Política e Economia Mundial

Fonte: Secretaria de Energia e Mineração

Evento organizado pela Unicamp e ADIMB mostrou tendências globais e brasileira do setor

O subsecretário de mineração da Secretaria de Energia e Mineração do Estado de São Paulo, José Jaime Sznelwar, participou nesta quinta-feira, 22 de novembro, do seminário “Novos Desafios da Pesquisa, Política e Economia Mineral: Tendências Globais e no Brasil”. O evento aconteceu em Campinas e foi promovido pelo Instituto de Geociências da Universidade de Campinas (Unicamp) e a Agência para o Desenvolvimento Tecnológico da Indústria Mineral Brasileira (ADIMB).

Para o subsecretário que palestrou sobre o tema “A mineração no Estado de São Paulo: avanços e desafios futuros”, o setor precisa estar preparado para a retomada do crescimento. “ É preciso investir na formação de mão de obra empresarial, técnica e operacional. Atualização tecnológica de máquinas e equipamentos para exercer uma mineração cada vez mais responsável socialmente e ambientalmente. Para isso, é fundamental um ambiente legal e regulatório previsível que garanta segurança para os investidores”, afirmou Sznelwar.

O Seminário reuniu profissionais renomados da política, da economia e da pesquisa mineral, representantes da iniciativa privada, do governo estadual e federal, assim como pesquisadores da academia, alunos de graduação e pós-graduação, para discutir sobre os desafios atuais do setor mineral brasileiro.

A recuperação mundial dos preços dos commodities minerais, juntamente com as mudanças recentes do Código de Mineração (Decreto 9.406/2018), abrem novas perspectivas para investimentos e desenvolvimento do setor mineral brasileiro, considerando que o Brasil é o quarto país mais rico em reservas minerais do mundo. No entanto, esse novo cenário de oportunidades também vem acompanhado por uma série de desafios determinantes para que a revitalização do setor mineral brasileiro incremente ainda mais seu retorno econômico e social.

Os desafios incluem ações para a descoberta de novos depósitos minerais no território brasileiro, desenvolvimento tecnológico e inovação para elevar o país a um patamar de competitividade global, responsabilidade ambiental, social e territorial, além de se estabelecer melhores canais de comunicação com a sociedade.

Com base neste cenário que o Seminário aconteceu para abordar temas atuais que reflitam as novas tendências da pesquisa, da política e da economia mineral no século XXI e suas perspectivas no Brasil.