03/12/2018

CPFL Paulista investe R$ 413,3 mi entre janeiro e setembro de 2018

Fonte: Canal Energia

Recursos foram usados na modernização da rede sendo Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e Campinas as cidades que mais receberam aportes

A CPFL Paulista, distribuidora da CPFL Energia que atende 4,47 milhões de consumidores em 234 municípios do interior paulista, investiu R$ 413,3 milhões na modernização, manutenção e expansão do sistema elétrico da sua área de concessão entre janeiro e setembro de 2018. De acordo com a empresa, esses aportes têm como objetivo aumentar o nível de conforto e qualidade do serviço oferecido.

O município de Ribeirão Preto (330 km de São Paulo) foi o que recebeu o maior volume de investimentos, totalizando R$ 18,2 milhões. Em segundo lugar vem São José do Rio Preto (450 km da capital paulista), com R$ 15,7 milhões, seguida por Campinas (100 km de São Paulo) com R$ 13,7 milhões. Ainda no ranking aparecem Piracicaba (178 km) com R$ 10 milhões e Bauru com R$ 7,8 milhões.

Do total investido no período, R$ 47,8 milhões foram aplicados em ligação de novos consumidores nas áreas urbana e rural, por meio da ampliação da rede elétrica e da instalação de novos medidores. Isso possibilitou o acréscimo de 79,1 mil novos clientes na base de consumidores residenciais, comerciais e industriais nos municípios atendidos pela CPFL Paulista.

Outros R$ 63,9 milhões foram aplicados para suportar o crescimento do mercado e garantir a qualidade dos serviços, ao ampliar a capacidade de subestações e linhas de transmissão e adequar a capacidade da rede de distribuição. Esses investimentos, destacou a empresa, contribuem para tornar o sistema elétrico mais flexível e robusto, aumentando a confiabilidade no fornecimento de energia.

A CPFL Paulista investiu ainda R$ 99,7 milhões em ações de manutenção e melhorias na rede elétrica. Na frente de manutenção, foram destinados R$ 42,9 milhões, ao passo que os aportes em melhorias nas redes primária (instalação do spacer cable) e secundária (colocação de cabos multiplexados) e na instalação de novos equipamentos somaram R$ 56,8 milhões.

Para o desenvolvimento de projetos especiais, que consistem em planos de modernização das redes de transmissão e distribuição e em projetos focados em Smart Grid a concessionária dedicou cerca de R$ 50 milhões em investimento.

Indicadores

A maior distribuidora do Grupo CPFL Energia destaca que é uma das distribuidoras com os menores índices de interrupção de energia no país. Citando dados da Agência Nacional de Energia Elétrica, lembra que os consumidores atendidos ficaram, em média, 7,14 horas sem fornecimento em 2017, o segundo melhor indicador no Brasil. Para fins de comparação, a média nacional é de 14,35 horas. No acumulado dos últimos 12 meses encerrados em setembro de 2018, a CPFL Paulista registra um indicador de 6h25 minutos de tempo médio de interrupção de energia.